Friday, March 7, 2008

É finito - Soneto à vitória

Findam-se todas as dores,
Por dois motivos somente:
Uma vitória presente,
Ou a morte dos rancores.

Foi no início de outono,
Antes da queda das flores,
Sentir dos justos o sono,
Lembrar de tantos amores.

Sentir a alma liberta
De medos assustadores,
Sentir a vida incerta...

Novo futuro desperta,
De caminhos sedutores,
A busca redescoberta.

No comments: